Brabec é campeão nas motos e encerra hegemonia da KTM no Dakar

postado em: KTM, Blog, Honda, Notícias | 0

12ª etapa – Haradh a Qiddiya
Trecho de especial: 374 km
Deslocamentos: 73 km
Trecho total: 447 km

Ricky Brabec não vacilou no último dia de Rali Dakar, nesta sexta-feira (17) na Arábia Saudita. O piloto americano, líder na classe de motos, não só anulou a reação do segundo colocado Pablo Quintanilla como também conseguiu abrir vantagem na última especial. Foi mais do que suficiente para ser campeão, feito inédito na carreira.

Na altura da linha de chegada, Brabec acumulava 16min 26s de vantagem sobre Quintanilla. O chileno não teve um dia de muito destaque, sendo o quinto melhor. A performance, entretanto, não chegou a colocar em risco o vice na classificação geral. Toby Price, que ganhou terreno após começar o dia em quinto, salvou um pódio com o terceiro lugar no geral. O campeão de 2019 ficou com 24min 06s de atraso.

Ricky Brabec

José Ignacio Cornejo Florimo apareceu em quarto no geral, sendo o vencedor da última especial. Matthias Walkner, enquanto isso, completou a participação no Dakar 2020 com um top-5 na classificação geral.

O resultado acaba com uma longa sequência de títulos da KTM entre as motos. A marca holandesa levou canecos de forma ininterrupta entre 2001 e 2019, mas não conseguiu ir além do terceiro lugar em 2020, com Price. Coube a Brabec, de Honda, a honra de quebrar a série. Para a marca japonesa, por sua vez, é o primeiro caneco na classe desde 1989.

Antonio Berrocal foi o brasileiro melhor posicionado na classe. Ainda assim, com participação tímida: o piloto completou em 67º, acumulando mais de 19 horas de atraso em relação a Brabec.

Fonte: www.grandepremio.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.